Publicado em Deixe um comentário

idiab. dev-aplicação de teste de ferramentas

Primeiro teste-prova-de-conceito para o desenvolvimento usando X, e distribuição via o "Flight" e Google Play Store.

Aplicativo fazendo quase nada:) apenas digitalizar para dispositivos BLE disponíveis.

Tempo de aceitação do Google-
tempo de aceitação 2hApple-38h

Versão do Android: https://play.google.com/store/apps/details…

versão do iOS: https://testflight.apple.com/join/9ZdJKUPr

Por favor, comente sobre a instalação, dificulties, etc em ambas as versões.

Publicado em Deixe um comentário

iDiab. dev-nova iniciativa

Nos últimos dias ou mesmo meses, toda a comunidade de diabéticos e suas famílias tem sido (e ainda é) exposta a testes duros. Novos tipos de sensores com acesso criptografado (Freestyle Libre), mudanças nos procedimentos de serviço existentes que não permitem o uso adicional de equipamentos (novo modelo G6), bloqueando o uso de aplicações (Spike)-estes são apenas exemplos.

Não há nenhum ponto em considerar e em saber quais as razões para estas mudanças eram. É importante olhar para o futuro, tirar conclusões do que está acontecendo e tomar as medidas apropriadas para que, no futuro, este tipo de situação não vai acontecer novamente.

Minha idéia é a seguinte:

Para criar um aplicativo que será a “soma” dos já existentes.

Não se trata de “re-inventar uma roda”, mas sobre a recolha que é hoje em aplicações DIY servindo diabéticos em um que estará disponível em todas as plataformas de equipamentos-Android, iOS, Windows, etc.

O novo aplicativo estará disponível como é hoje para os já existentes, mas toda a sua fonte será publicada como “código aberto” no github. Graças a isso-em situações de emergência todos serão capazes, graças a ambientes de software livre, para criá-lo para si e instalá-lo em seus próprios dispositivos-exatamente como é hoje com loop ou aplicações xDrip.

Ele irá abranger todos os disponíveis em aplicações existentes, tais como xDrip, Spike, glimp, loop, AAPS, OpenAPS, etc. “dispositivos internos: elementos de sistemas CGM, bombas de insulina, glicosímetros e todos os tipos de nossos” processadores “existentes hoje-smartphones, smartwatches, smartband, etc. A capacidade de todas as funcionalidades de hoje com base na troca de dados por Nightscout e outros servidores tais serão preservados.

Um efeito adicional será a unificação dos protocolos de transmissão, troca de dados, cooperação com outras aplicações, dispositivos, etc.

Nova aplicação-não será um progam, mas pelo menos três:

  • “ferramentas”-usado para ativar sensores, reiniciar transmissores ou outras atividades técnicas
  • “Lite Application”-uma versão simples e básica
  • “aplicação completa”-versão completa com todas as possibilidades.

A ordem de criação-primeiro “ferramentas” e “versão Light”, em seguida, a versão completa.

Até agora, milhares de horas e dias dedicados por desenvolvedores-voluntários criando aplicativos existentes hoje e o fato de que praticamente todas as suas fontes estão disponíveis na forma de código aberto-permitirá que o trabalho progrida rapidamente.

Todos os resultados desta iniciativa serão também de código aberto e serão publicados na Web em uma base atual.

Há muito o que fazer. Para que os resultados sejam rápidos-eu tenho que gastar todo o meu tempo sem lidar com outros temas-também sem qualquer outro “trabalho para viver”. Desde que eu tenho praticamente terminado funciona em decodificação Libre 2/pro/H sensores-eu posso começar este tópico.

Eu não tenho o “estoque” financeiro necessário me para ser capaz de me dedicar completamente e permanentemente a este trabalho-estou lançando a oportunidade de apoio social, declarando até mesmo mínimo, mas permanente, apoio financeiro mensal através do Patreonus Plataforma.

Aqui está o link para a minha página Patreonus: https://www.patreon.com/idiabdev

Benefícios deste é para todos, aqueles que apoiarão financeiramente e que não-livre e disponível para todas as aplicações de diabetes DIY.

O projeto começa hoje, sem esperar-se e quantas declarações de apoio financeiro serão.

Vou publicar informações atuais sobre este blog e em um grupo especialmente criado FB (informações sobre este e outros locais de Internet relacionados com este projeto será publicado aqui e em grupos FB dedicados a este assunto).

Grupo FB: https://www.facebook.com/groups/idiab.dev/

Contato direto por e-mail: mailto:info@idiab.dev

Estou aberto para a cooperação com todos os desenvolvedores da Comunidade para ajudar, melhorar e organizar todo o trabalho no projeto thos para ser rápido e suave. Estou convidando todos vocês a cooperar:)

Estou muito curioso sobre suas opiniões, comentários e sugestões sobre este assunto.

Algumas palavras sobre
mim: meu nome é Marek Macner, eu moro na Polônia e por vários anos tenho vindo a desenvolver equipamentos e softwares para DIY para diabétic
os. Profissionalmente-software e equipamentos para fotografia aérea, por muitos anos eu desenvolvi software para administração estadual (sistemas de registro de carro e emissão de licenças de condução) e empresas de telecomunicações gerenciadas-transmissão de dados via Satélites.

Publicado em Deixe um comentário

Novos sensores Libre….

(Versão em inglês abaixo)

No ano passado (2018) novos tipos de sensores Freestyle Libre-Libre 2, Libre pro, Libre H e Libre US 14-Day apareceram no mercado. É bom e mau. Bem-porque o desenvolvimento da tecnologia e aumentar a sua disponibilidade é bom para a comunidade de diabéticos, e ruim-porque esses novos sensores não suportam soluções atualmente disponíveis, permitindo a autoconstrução de sistemas CGM.

Praticamente desde o seu surgimento-uma equipe internacional de desenvolvedores criando aplicações como Spike, xDrip, Nightscout, loops fechados em que esta equipe eu tenho um prazer de assistir desde o início-começou a trabalhar em sua decodificação e Habilitando-os a cooperar com eles.

O trabalho terminou nos últimos dias (exceto para o sensor Libre US 14-Day, que ainda está em andamento). Felizmente, conseguimos resolver todos os problemas com estes novos sensores. Infelizmente-é necessário substituir o software interno nos dispositivos intermediários, ou seja, em MiaoMiao, BluCon, GNSentry, meus transmissores, etc. Alguns deles permitem esta atualização pelo usuário, outros precisarão se referir aos fabricantes.

Neste momento, estamos conversando com todos os fabricantes sobre as mudanças necessárias e sobre quais regras essas mudanças serão feitas.

Em relação aos fabricantes, adotamos regras simples-o mesmo para todos:

  1. Existindo em protocolos de firmware-permanecem inalterados
  2. Cada fabricante é obrigado (se ele quer que seu dispositivo para trabalhar com novos sensores) introduzir um novo protocolo "bleDiab-L" que a especificação recebe de nós. Este é um protocolo de transmissão muito simples e adaptar o software atual não deve demorar mais de 1 dia útil para o fabricante.
  3. Após a introdução deste protocolo o fabricante tem que nos fornecer vários tais dispositivos modificados para verificar, testar se está tudo OK.
  4. Todos os produtores existentes não participaram em quaisquer custos ou actividades relacionadas com o nosso trabalho-nós fornecemos-lhes um novo protocolo sem qualquer esforço de sua parte. Só se eles queriam aplicá-lo em suas próprias aplicações-que não xDrip, Spike, glimp-exigimos que eles façam uma subvenção financeira para a Fundação Nightscout em qualquer um dos seus valores estabelecidos.

Todo o trabalho realizado pela equipe de desenvolvimento foi e é implementado como uma ação "sem fins lucrativos". Nenhum de nós a este respeito recebeu qualquer gratificação e todo o resultado é para a comunidade de código aberto disponível gratuitamente.

Aqui, gostaria de agradecer a todos os projetos envolvidos: programadores, pessoas que nos deram sensores de teste, testadores de aplicativos.

(Link para um arquivo descrevendo o protocolo e os requisitos para os fabricantes de dispositivos-aqui)

(Versão em inglês)

No ano passado (2018) novos tipos de Freestyle Libre-Libre 2, Libre pro, Libre H e Libre US 14-Day sensores apareceram no mercado. Isto é bom e mau. Bom-porque o desenvolvimento da tecnologia e aumentar a sua disponibilidade é bom para a Comunidade diabética, e ruim-porque esses novos sensores não são atualmente apoiados nas soluções disponíveis, permitindo a construção independente de sistemas CGM.

Praticamente desde o momento de sua aparição-uma equipe internacional de programadores criando aplicações como Spike, xDrip, Nightscout, loops fechados em que eu tenho o prazer de participar do início-começou a trabalhar em sua decodificação e permitindo Cooperação com esses sensores.

O trabalho terminou nos últimos dias (com exceção do sensor Libre US 14-Day, que ainda está em andamento). Felizmente, todos os problemas com estes novos sensores foram resolvidos. Infelizmente-é necessário substituir o novo software interno atualizado em dispositivos intermediários, ou seja, em MiaoMiao, BluCon, GNSentry, meus transmissores, etc. Alguns deles permitem tal atualização pelo usuário, outros terão que ser enviados de volta para os fabricantes.

No momento-estamos realizando conversações com todos os fabricantes sobre as mudanças necessárias e em que condições essas mudanças serão introduzidas.

Adotamos regras simples para os fabricantes-o mesmo para todos:

  1. Protocolos existentes no firmware-permanecem inalterados
  2. Cada fabricante é obrigado (se ele quer que seu dispositivo para trabalhar com novos sensores) para introduzir um novo "bleDiab-L" protocolo, que ele recebe de nós. É um protocolo de transmissão muito simples e não deve demorar mais de 1 dia útil para o fabricante para adaptar o software atual.
  3. Depois de entrar neste protocolo, o fabricante é para nos fornecer vários dispositivos modificados para verificar, testar se está tudo OK.
  4. Todos os fabricantes actuais não participaram em quaisquer custos ou actividades relacionadas com o nosso trabalho-nós fornecemos-lhes um novo protocolo sem qualquer despesa da sua parte. Só se eles quiserem aplicá-lo em suas próprias aplicações-que não xDrip, Spike, glimp-exigimos que eles façam uma subvenção financeira para a Fundação Nightscout em qualquer decidido por eles valor.

Todo o trabalho realizado pela equipe de desenvolvedores tem sido realizado como uma atividade "sem fins lucrativos". Nenhum de nós recebeu qualquer gratificação para isso e todo o resultado é para a Comunidade criando software de código aberto disponível gratuitamente.

Neste ponto, gostaria de agradecer a todos os envolvidos neste projeto: desenvolvedores, pessoas que nos deram sensores para testes, testadores de aplicativos.

(Link para o arquivo com a descrição do protocolo e requisitos para fabricantes de dispositivos-aqui)